Versos em honra do grande poeta Manoel Maria Barbosa du Bocage

Imprecação a Bocage

Fostes, Elmano, um lyrico famoso
Como poucos por cá têm apparecido,
Mas quando sois maior, e mais luzido,
É quando a satyra soltaes fogoso.

É latego que estala rancoroso,
Ou ri e brinca, com valor brandido,
E vibra e rasga, e que se impõe temido
Ao inimigo mais formidoloso.

Dae-me essa força,
Elmano, o estro candente,
Dae-me tambem o guisalhar da troça
Com que soubeste castigar contente!...

Quero coisa feraz que faça móssa,
Que ha por hi muita cousa e muita gente
Que reclamam, ha muito, brava _coça_!

http://www.gutenberg.org/files/22634/22634-8.txt

Sem comentários:

Poderá também gostar de - LinkWithin

Artigos relacionados por LinkWithin