Noite das Mil e Uma Noites na BE

A biblioteca da Escola Secundária de Albufeira transformou-se numa tenda gigante e viveu as Mil e Uma Noites

Numa noite das Mil e uma Noites, mais de 200 pessoas viveram uma noite especial com momentos de poesia, representação de contos das Mil e uma noites, danças orientais e do médio oriente, tudo num cenário muito cuidado. Uma superprodução da equipa da Biblioteca escolar que contou com o precioso envolvimento da escola e da comunidade escolar.

Na BE da ESA – Uma Noite das Arábias!...

Na noite de 11 de Fevereiro, pelas 20 horas, a BE da ESA vestiu-se a rigor e criando uma ambiente intimista, exótico e místico, recuperou as cores e os sons de uma verdadeira noite islâmica, digna do mais requintado sheik.
A noite iniciou com a volúpia de um Chá de Honra (hortelã e menta) acompanhado pela degustação de várias iguarias, que foram gentilmente oferecidas pela Associação de Pais Encarregados de Educação da ESA, a quem desde já, agradecemos.
Envolvidos numa decoração e atmosfera das “Mil e Uma Noites”, dentro de uma tenda e sentados em almofadas, foi com encanto que assistimos às danças do Nepal, que se caracterizam pelas poses esculturais pela graça e pela pureza, protagonizadas pelas nossas alunas (irmãs) Sajana e Ranjana Pariynal. A teatralização de contos de Xerazade ao Rei Schahriar e a declamação de poemas árabes demonstrou, mais uma vez o talento dos nossos alunos e a mestria dos seus professores de teatro.
Assistimos também, à declamação de poemas orientais feita pelo docente Fernando Carvalho que nos ofereceu minutos de introspecção e reflexão sobre a vasta riqueza da cultura oriental. O mesmo professor brindou também todos os presentes com um poema da sua autoria, intitulado:”Chuva”.
A noite ia avançando, quando uma dupla de professores/actores entra em cena com : “O Limpamento” conseguiram arrancar do público fortes e francas gargalhadas, com ironias veladas, paradoxos e eufemismos, a dupla de actores (professor Gonçalo Costa e Fernando Cabral) recriaram com “animus jocandi” (com a intenção de brincar) um retrato do quotidiano da nossa escola. Mas a magia contagiava a noite e fomos surpreendidos por um momento único e especial: “A Dança do Ventre” mais conhecida pelo nome árabe “Raqs Sharqi”, com o grupo Belly Dance e as bailarinas Anna, Isabel, Elizabete, Corine e Vera. Este momento foi sem dúvida uma celebração à vida, foi fascinante observar o corpo ao serviço de movimentos naturais que deixam ainda mais bela a mulher na sua essência. As bailarinas criaram um ambiente de sedução, amor, respeito e mistério. O olhar entre véus, o movimento dos quadris e os tecidos esvoaçantes, a projecção do tronco, o balançar da cabeça, mãos e ombros, um conjunto de gestos envolventes aos quais os espectadores se mostraram bem atentos acompanhando o jogo da dança.
No fim desta autêntica “Noite das Arábias”, muitos dos presentes quiseram acompanhar as bailarinas e deram “o seu pezinho à Dança do Ventre” – ao som de música árabe com detalhes e subtilezas, as vibrações das notas, provocaram diferenciados estados de espírito. Foi feita uma verdadeira celebração à vida que envolveu grande parte dos membros da Comunidade Educativa.
Um agradecimento especial às professoras de Artes Rosário Charrua e Ana Maia que não mediram esforços para que a noite fosse tão perfeita e genuína.
Um muito obrigado a todos que directa ou indirectamente contribuíram para abrilhantar a nossa “Noite Árabe”.
Acreditamos piamente que depois das “Mil e Uma Noites”, muitas outras noites auspiciosas se seguirão.
Pedimos à Deusa Al-Uzza, que é uma feroz protectora e forte aliada para enfrentar as batalhas da vida, ilumine a nossa “Chefe-Mor” e claro está, o “Chefe da Tenda”, o mentor das grandes noites na ESA.


Docente: Carmen Macedo




Posted by Picasa

Sem comentários:

Poderá também gostar de - LinkWithin

Artigos relacionados por LinkWithin