Danças contemporâneas na BE

“Da articulação entre função e formato resulta um padrão de comportamento que sintetiza a corporalidade de cada organismo.”
Fabiana Britto

A noite na biblioteca foi diferente, a arte entrou sob forma de dança: imagem, desconstrução e deslocamentos, numa nova tecnologia em dança. As imagens do corpo e a beleza nos diversos movimentos.

Danças contemporâneas na BE, por alunos da professora Elisabete Cardoso, directora de turma e professora de movimento do 11º M, do curso profissional de Artes do Espectáculo e Interpretação.
Alunas convidadas: Jessica Jacinto, Elisa Diogo e Filipa Carvalho do colégio Bernardette Romeira de Olhão.
A forma de arte começa com um aluno, movimentando-se com uma aleatoriedade que surpreende (e uma consciência corporal fora de série ).
Segue-se um conjunto de danças que não aparentam apenas movimentos sem sentido, mas novas propostas de pensamento e de expressão.


Estabeleceu-se uma relação entre os corpos que dançam e circundam, com o espaço envolvente de uma biblioteca cheia de pessoas, livros e pinturas.
Além de ser esteticamente belo e estimular áreas de prazer intelectual que muitas vezes estão adormecidas, há uma música no fundo que nos encanta.

Obrigado!

Sem comentários:

Poderá também gostar de - LinkWithin

Artigos relacionados por LinkWithin